quarta-feira, 16 de abril de 2008

Cãezinhos assassinados pela cidade

Mortes de cães de estimação por envenamento em São Gabriel viraram rotina. O que tenho recebido de relatos de ouvintes do programa diariamente, é impressionante. Depois que a enfermeira Rosângela Bohrer, moradora do Bairro Vivenda, enviou um email pedindo a repercussão, no ar, da morte de dezenas de cachorros no bairro - incluindo filhotes da própria família e cachorros de vizinhos - notícias dando conta de fatos semelhantes em outros pontos da cidade não páram de chegar. Casos confirmados, e outros suspeitos, pipocam pela cidade. O mais surpreendente é que na maioria dos casos, a substância utilizada pelos criminosos é a mesma - estricnina. Lembram do cafezinho servido anos atrás à classe médica local? A venda, pelo jeito, continua indiscriminada nas farmácias. Órgãos de proteção aos animais, proprietários de cães vitimados e autoridades da área começam a se articular. Aguardemos os desdobramentos...

2 comentários:

fhf52 disse...

Esse assunto merece. Já ouvi pessoas contando o outro lado. Abomino o fato, mas é preciso analisar a situação. Cãezinhos de estimação ficam presos dentro do terreno dos seus proprietários, não soltos na rua infernizando os vizinhos. Acontece muito de os donos dos cãezinhos levá-los para um passeio (no lindo gramado do vizinho da esquina) cheio de segundas intenções e não levarem junto os devidos equipamentos para voltarem para casa com tudo aquilo que lhes pertence. Me refiro as fezes dos cãezinhos!!! Isso para uma pessoa extremista e sem o minimo de sensibilidade, diria até cruel, já é um bom motivo para não querer cachorros no bairro. Então, acho que é necessário bom senso de ambos. Os donos dos cãezinhos cuidam melhor dos seus bichinhos e da sua higiene e os vizinhos, por favor, um pouquinho mais de indulgencia!!!

Vlad Pontes disse...

Parece até as políticas de "limpeza urbana" que vem acontecendo desde a época dos jogos Panamericano aqui do Rio.
Mas só que em vez do foco estar nos cãezinhos está nos "desagradáveis" moradores de rua e nas "imundas" comunidades e favelas.
Coisas do Sérgio Cabral e seus seguidores ...


P.S: Ví que vc tem um grande interesse nos estudos midiáticos. Eu estou cursando um novo curso da Universidade Federal Fluminense que se chama "Estudos de Mídia". Com certeza aborda questões que te interessam.